Exame Endovaginal


O que é o exame de ultrassom pélvico endovaginal?

Ultrassom é uma método de imagem não invasivo que estuda os órgãos pélvicos femininos, em especial o colo do útero, útero e ovários. Como o próprio nome já diz, ele é feito por via vaginal através de uma sonda que emite ondas de som e reproduzem imagens numa tela de computador.

Como o exame é realizado?

Muita gente morre de medo só de ouvir falar… A amiga fez e disse que o dela doeu muito e, assim, você já chega na sala para o seu primeiro exame mais tensa do que couro de tamborim… Mas não é bem assim. Vou te explicar desde o começo.

Você será orientada a ir de bexiga cheia ou vazia, dependendo do protocolo da clínica. A bexiga cheia serve para o ultrassonografista olhar por cima da barriga e ter uma visão geral da pelve. Para o exame endovaginal (ou transvaginal), é necessário esvaziar completamente a bexiga para que o útero assuma uma posição ideal para o exame. Você receberá uma vestimenta confortável e deverá ficar em posição ginecológica na cama durante o exame. Quanto mais próxima a estrutura ou órgão estudado da sonda de ultrassom, maiores são os detalhes que se podem obter.

Leia também:
* Síndrome dos Ovários Policísticos
* Endometriose

No momento do exame é colocado um preservativo descartável com um pouco de gel à base de água na ponta, para facilitar a introdução e não causar muito desconforto. A sonda endovaginal é fina e comprida com a ponta arredondada e apenas uma parte dela é introduzida com cuidado na vagina, encostando no colo uterino (a sonda não entra no útero, fica somente na vagina). Um desconforto leve pode acontecer, mas dor, não. (Exceção para quem apresenta alguma complicação ou sofre de vaginismo). Após o exame, uma pequena quantidade de gel ainda pode ficar dentro da vagina.

exame endovaginal

 

O que pode ser visto no exame?

O exame pode ser pedido simplesmente por contar de um check-up ginecológico, pesquisa de dor pélvica crônica ou porque seu médico suspeitou de alguma quando te examinou em seu clínica. É possível estudar todo o útero, o endométrio (camada interna do útero) e também os ovários. São feitas medições do volume do útero que variam de acordo com a quantidade de partos e dos ovários que variam com a menopausa ou não. É possível identificar pólipos, miomas uterinos, cistos ovarianos, ovários policísticos ou possíveis tumores. O diagnóstico de câncer de colo de útero só é feito pelo exame de prevenção, o Papanicolau, não pelo ultrassom. Já as trompas e a vagina são parcialmente visibilizadas. O exame de gravidez de primeiro trimestre (até 12 semanas) também é realizado por via endovaginal. Outras indicações do exame endovaginal seriam o rastreamento da ovulação e contagem do número de folículos existentes nos ovários, chamado “Avaliação da reserva ovariana” que é uma maneira de prever se pode haver algum tipo de dificuldade para engravidar. 

ultrassom
Útero normal com a medida do endométrio.

Quem pode fazer esse exame?

Qualquer pessoa que já teve relação sexual pode fazer este exame, inclusive idosas. Pacientes virgens só podem fazer o exame pélvico transabdominal (por cima da barriga) por questões óbvias. Pacientes que tem essa região mais sensível ou chegam muito ansiosas para fazer o exame podem se queixar de dor ou incômodo. Dependendo do grau de dor, a sonda pode ser retirada e o exame complementado por cima da barriga, mas a paciente deverá encher a bexiga novamente. A menstruação não contraindica o exame, sendo uma questão mais pessoal da mulher não fazê-lo durante os dias de sangramento.

Faça seu comentário, pergunta, ou deixe uma idéia para um novo post 🙂

109 cometários sobre “Exame Endovaginal

  1. vc acha q é risco de aborto ?por ter tido relação na quinta antes disto acontecer se acha q isso é a causa? mi pediram ultrassom obstétrica o q é isso é igual a endovaginal?bjos

    • Qualquer sangramento no início da gravidez pode significar ameaça de aborto, por isso é importante fazer ultrassom. O ideal é fazer ultrassom obstétrico de primeiro trimestre ou ultrassom obstétrico endovaginal. 😘

    • olá Dr. fiz a endovaginal não deu pra ver nada disseram q meu útero está limpinho se acaso eu tivesse perdido não precisaria fazer coretagem .mostrei o médico ele disse q poderia ter perdido e pediu um beta Hcg. pq na ultrassom era comum não ver . fiz o beta deu 5,8MUui/ml . deu abaixo do q eu fiz. ele falou q tem q tá abaixo de 5 pra repetir pra ver se abaixou o hormônio . ou poderia fazer o teste de farmácia. será q pode fazer só o teste de farmarcia? do jeito q não fiz coretagem no próximo mês quando a regra menstrual vier posso tentar de novo ? ele disse q não têm perigo mais deveria esperar 3 meses.e beber o ácido fólico um mês antes de tentar. se acaso pudesse eu iria tomar por agora o ácido fólico?😘

      • Oi menina, sinto muito pela sua perda 😔 mas que bom que não vai precisar fazer a curetagem 🙂 Espere sua menstruação duas vezes e pode tentar de novo! O ácido fólico se quiser já pode começar. O ideal são 3 meses antes de engravidar 👍. Toda sorte do mundo pra vc! 😘

    • Oi Fernanda! Claro que pode. Isso do depende de vc 👍 o acompanhante fica mais de lado pra te deixar mais confortável. Um detalhe somente: isso é no meu exame. Nem todos os médicos deixam entrar acompanhantes nesse tipo de exame 😘

  2. dr você acha que tem que repetir o exame de sangue novamente pra ver se o hormônio abaixou? com quanto tempo desce a primeira mestruacão após o aborto espontâneo?

    • Com o ultrassom mostrando que está tudo limpinho, provavelmente não precisa fazer outro beta… Mas se o seu médico quiser, faça. Em relação à menstruação, depende de cada pessoa, mas na maioria das vezes volta a ter ciclos normais bem rápido 😘

  3. Dra, fiz dois exames de farmárcia deram positivo, o de sangue deu 241,07 mUI/ML, semana que vem vou fazer o endovaginal, será que já da pra ver alguma coisa, vejo relatos de mulheres que dizem não ter conseguido ver nada .

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: