Uma carta para mim…


Pensei em escrever uma carta pra alguém que já se foi e me fez sofrer muito, mas aí cheguei à conclusão que essa pessoa era eu mesma… Na minha adolescência e começo da fase adulta eu sofri muito de amores… Sim, no plural! Como eu era ingênua e vitimista, meu Deus… Então, se voltar no tempo fosse possível, eu queria poder deixar essa carta debaixo do meu travesseiro quando eu tivesse 16 anos…

“Oi

Não se assuste com o remetente dessa carta, mas eu só queria te ajudar um pouco a passar por essa fase, e por tantas outras que virão.

No momento seu mundo está meio perdido, né? Você vive numa casa sem referência feminina, estuda num ótimo colégio, mas tira notas medianas e está sofrendo de um amor platônico por alguém que gosta da sua melhor amiga. Sim, é difícil lidar com essas coisas quando se é tão jovem… Muita calma pra não fazer nada que te fará arrepender no futuro, pois nem sempre as coisas são o que parecem ser. Você não tem que morrer por isto. Quando tudo passar e você se esquecer dele, verá que estou falando a verdade.

Todos nós temos responsabilidade sobre o nosso próprio crescimento interior. Não culpe seus pais por isso ou aquilo. Eles fizeram o melhor que podiam com aquilo que tinham nas mãos. Um dia você terá filhos e muitas vezes se sentirá impotente na educação deles e repetirá os mesmos “erros” que seus pais cometiam. Seja ativa em sua construção interior. Vá mais além da sua zona de conforto, pesquise mais, procure mais, leia mais. Quem faz a sua felicidade é você e ninguém pode te ajudar nesse propósito.

Um dia, daqui há alguns anos, você terá um amor que abalará o seu mundo… O importante é que você saiba que o mundo dele continuará firme… Não fique muito triste com isso. Tudo que acontece nessa vida serve pra nos ensinar. E você vai aprender muito com os sofrimentos no meio do caminho. Dê valor a quem te dá valor de verdade, a quem faz de tudo pra passar alguns minutos ao seu lado, a quem te escuta com interesse e, acima de tudo, a quem te aceita como você é.

A ansiedade fará parte da sua vida, mas você não precisa se entregar totalmente a ela. Saiba como controlá-la e aprenda a administrar seus sentimentos nos momentos de stress. Não tenha medo ou se sinta inferior em procurar ajuda psicológica. Só te fará bem! Se for possível, faça aulas de teatro ou expressão corporal, mesmo que todo mundo te julgue. Você não depende do julgamento de ninguém.

Muitas pessoas boas passarão pela sua vida e você não dará o valor necessário. Muitas oportunidades memoráveis também aparecerão e você nem vai notar. Não há como passar o carro à frente dos bois. Tudo acontece quando tem que acontecer. Permita-se esperar, pois realmente não precisa ter pressa. A gente aprende o caminho é caminhando por ele, não tem outra maneira.

Não se cobre tanto! Seja mais paciente com você mesma.

Às vezes a gente acaba se tornando nosso próprio algoz… Não permita que isso aconteça a você. Se ame, se goste, se namore, se conheça a ponto de ninguém te conhecer tão bem como você mesma. Não seja a princesa de seu próprio castelo, pois precisará de um verdadeiro príncipe pra te resgatar da masmorra e príncipes, acredite, não existem. Se continuar a acreditar que é perfeita, nunca encontrará ninguém nessa vida que seja suficiente.

Seja mais vaidosa! Existem dois tipos de roupa que acho que você não conhece: saia e vestido. Use e abuse deles! Saia dessa rotina masculinizada. Você não precisa de ter uma referência feminina em casa. Seja a sua própria referência e trace o seu próprio caminho.

Encontre a todo custo a sua felicidade e não deixe ninguém te dizer que não tem valor ou que nunca conseguirá realizar algo na vida. Sei que a gente leva muitas coisas ao pé da letra, mas isso não! Você vale muito mais do que pensa!

Antes que me esqueça, muitas pessoas importantes pra você vão te aconselhar e opinar sobre várias questões da sua vida. Se sentir que vale a pena, faça, se não, não faça. Simples assim. A opinião dos outros não tem que ser lei escrita em pedra. Mesmo assim, você vai errar muito, fazer coisas das quais você não tem orgulho e se arrependerá amargamente. Muitas delas terão conserto, muitas delas não. Aceite seu erro, peça perdão (se conseguir) e continue a viver a sua vida. A vida passa muito rápido pra se prender em assuntos que não tem mais volta.

Fique em paz!

Ass: Morgana”

2 cometários sobre “Uma carta para mim…

  1. Puxa vida! Parabéns, linda Morgana.
    Que texto lindo e que conteúdo!
    Que grandeza de idéias e que forma mais simples de expressa-las.
    Esre texto é um livro de sábios ensinamentos.
    Quanto mais leio os seus textos mais me enamoro das suas idéias.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: