Por que ter um segundo filho?


Foto: Wolf Wagner – wfotografo.com

Oi mamães!

Eu não vou nem questionar se é pra ter ou não ter um segundo filho…

Tenha um segundo filho! A experiência é a mãe de toda a sabedoria e eu já passei pelo primeiro filho e contava os meses para poder engravidar novamente.

Você, que acabou de ter filho agora, pode estar se perguntando: “O que? Ela é doida? Não vou nunca mais ter filho, um já basta!”. Pois é… eu também vivi isso! Até o meu primeiro filho completar uns 6 meses, se não me engano, eu estava completamente decidida a não ter outro filho já que a primeira experiência tinha sido frustrante em tantos aspectos e eu não estava no meu normal, psicologicamente falando. Mas a vida, graças a Deus, vai voltando ao normal aos poucos e a gente vai vendo que é tanto amor no coração que cabe mais um!

Tem hora certa pra ter um segundo filho?

Tem sim, mas isso só você que vai poder responder. Depois que o primogênito já estiver mais independente e entendendo as coisas que você fala, depois que a vida profissional já voltou ao normal, é hora de começar a pensar a respeito. Existem pais que acham que devam dar uma grande diferença de idade entre os filhos e outros já pensam que ter um em seguida do outro já poderão fazer o trabalho de uma vez só. Bom, opinião minha, eu não aguentaria ter dois bebês em casa! kkkkk

7 razões que te convencerão a ter outro filho

1. Você sabe como é! Nada daquele medo de não saber como amamentar, como curar o umbigo, como aprender a organizar seu tempo. Tudo de bom!

2. Caso o bebê seja do mesmo sexo que o primeiro, você pode praticamente aproveitar todo o enxoval e comprar só algumas coisas a mais para deixar o enxoval mais original. Assim irá gastar muito menos dinheiro. E mesmo que seja de sexo oposto, muita coisa dá pra aproveitar.

3. O primogênito terá alguém pra brincar. Demora um pouquinho até o bebê crescer, mas seu filho mais velho irá passar muito tempo com o ele, e ficará todo “cheio” em poder ensinar.

4. Casa com crianças é mais feliz! Nada mais triste do que ver a casa toda arrumada, sem brinquedos espalhados pelo chão… Bom mesmo é ver a casa cheia de alegria onde um almoço entre a família se torna um acontecimento.

5. Ter um irmão é a primeira escola de como dividir as coisas, como se socializar, como entender que existem outras pessoas além dele no mundo.

6. Você estará dando de presente ao seu filho o(a) melhor amigo(a) que ele terá na vida. Um ombro sempre presente, um conselheiro e companheiro de aventuras.

7. Ao invés de você se preocupar em como vai fazer pra dividir o amor entre os dois, chegará à conclusão de que é o coração que aumenta pra comportar dois amores 🙂

O que considerar antes de ter outro filho

Agora que te convenci (será? kkkk), vamos colocar em pratos limpos algumas ideias que você não pode se esquecer. A experiência de ser mãe pela segunda vez me fez melhor, mais certa das minhas limitações e responsabilidades. Sendo assim, preciso te falar algumas coisas antes de você se decidir:

* Outro membro na família muda tudo de novo: Talvez você deixou passar tempo demais e já está com a vida tão organizada que só de pensar em ter outro filho já te deixa desiludida em ter que começar tudo de novo. Pois é… Sim, vai ser tudo de novo. As fraldas, enxoval, xixi, cocô, horários de amamentar, e ainda por cima ter que dar conta da rotina do filho mais velho. Mas saiba que o trabalho é muito menor do que o que você teve da última vez, simplesmente porque tudo flui muito mais naturalmente.

* Não se esqueça de olhar suas finanças: ter um filho hoje pode ser muito caro se você não se organizar pra isso. Quando a gente pensa em ter mais um filho, quer ir pra uma casa maior, ter um carro maior (pra caber duas cadeirinhas de bebês atrás), e assim por diante… Pense também que seria bom fazer um “pé de meia” pra os meses que ficará em casa sem trabalhar.

* Intervalo de idade entre os filhos: em questões médicas, o ideal são dois anos entre uma gravidez e outra. Antes disso não é recomendado. Mas esperar tempo demais também não dá. Lembre-se que quanto mais velha você engravidar, maiores são os riscos durante a gestação.

Leia também:
* Gravidez tardia
A fertilidade feminina termina mais cedo do que você pensa

Escute a voz interior

segundo filhoEu sou mulher e sei muito bem como a gente pensa diferente dos homens. Existe uma urgência dentro da gente que tentamos barrar com a realidade e responsabilidade. Como eu já tenho dois filhos, se eu fosse escutar meu coração eu tentaria uma menininha mais uma vez, mas a responsabilidade fala mais alto. Dois filhos tá de bom, não, de ótimo tamanho! Filho único tende a ser mais genioso por receber tudo dos pais, mas existe muita família que opta por isso. Realmente eu acho que filho quem educa são os pais, independentes de serem únicos ou não.

Ao meu modo de pensar, ter um segundo filho pra mim, foi a realização maternal que não tive da primeira vez. Como eu estava segura de tudo o que ia acontecer comigo, pude realmente curtir cada momento do meu Rafinha (hoje com 2 anos e 7 meses), acordava duas vezes todas as noites para amamentar sem reclamar e mesmo cansada, eu estava realizada, porque pude fazer uma maternagem totalmente diferente.

Se o seu filhote ou filhota já tem dois ou três anos, agora é o momento de começar a pensar no assunto, porque quanto mais tempo você deixar passar, menos “coragem” você vai ter para começar tudo de novo. Na verdade mesmo, pra mim, não é tudo de novo, é tudo totalmente diferente!

Beijinhos no coração! Se quiser fazer algum comentário eu vou adorar! 

Um comentário sobre “Por que ter um segundo filho?

  1. Olá amei seu post Tenho um filho de 2 ano e 3 meses tenho desejo em ter Outro bebê mais fico triste pelas condições financeira e pq pago aluguel mais a vontade de Ter Outro Fala mais alto… mais por agora não! Quer dizer não sei nem oque pensa

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: