Perfil Biofísico Fetal (PBF)


Oi Gravidinhas!

Algumas de vocês já devem ter feito o ultrassom obstétrico com Perfil Biofísico. Se ainda não fizeram, ainda vão fazer. É de costume fazer esse exame em torno da 30a semana de gravidez e ele avalia um pouco a mais do que o ultrassom obstétrico comum.

O que é o Perfil Biofísico Fetal?

O perfil biofísico fetal é uma pontuação que o ultrassonografista estipula para dizer sobre o bem-estar fetal. Além de avaliar o que o exame básico avalia, como a idade gestacional, a placenta e o crescimento fetal, também faz a medida do volume de líquido amniótico (somando-se os 4 bolsões), observam-se os movimentos respiratórios (o feto não respira no útero, mas fica “treinando” lá dentro), o tônus muscular (flexão extensão dos membros ou abrir e fechar a mãozinha) e movimentação corporal.

Já escrevi um pouco sobre o líquido amniótico aqui. Somando-se os 4 bolsões, deve-se encontrar um valor entre 8 e 25 cm para ser considerado normal.

Os bebês apresentam movimentos respiratórios desde muito cedo. Durante o PBF, esses movimentos respiratórios podem não ser identificados,  principalmente se o bebê estiver dormindo. Então o ultrassonografista deve estimular o bebê com a sonda do ultrassom para literalmente acordá-lo.

O coração fetal entre 12 semanas até o nascimento deve apresentar uma frequência que varia entre 120 e 160 batimentos por minutos. O que se nota é uma variação fisiológica (esperada e normal) dessa frequência durante as contrações uterinas (sim, o útero contrai fora do trabalho de parto).

Como é feita a pontuação?

Para cada fator examinado dá-se uma nota de 0, quando não é identificado o fator estudado, e 2, quando ele está presente, da seguinte forma:

Movimentos respiratórios:
Presentes em no mínimo 20 segundos ——— 2 pontos
Ausentes por um período de 30 minutos —- 0 ponto

Movimentação corporal:
Pelo menos 3 movimentos ————————— 2 pontos
Menos de 3 movimentos —————————— 0 ponto

Tônus muscular:
Uma extensão ou flexão de membro ———– 2 pontos
Ausência ou extensão lenta ———————— 0 ponto

Líquido amniótico:
Um bolsão maior que 2,0 cm ———————— 2 pontos
Nenhum bolsão maior que 2,0 cm —————- 0 ponto

A reatividade cardíaca não faz parte do ultrassom e é realizada pela cardiotocografia dentro do ambiente hospitalar.

Conclusão

Como vocês podem ver, se todos os parâmetros estiverem ok, o resultado do PBF que virá em seu laudo de ultrassom será 8/8. Quanto menor a pontuação, mais riscos de asfixia (falta de oxigênio) o seu bebê está correndo. O ideal é que p PBF seja maior que 6/8.

Espero que tenham gostado 🙂

%d blogueiros gostam disto: