O Stress – Descubra como ele afeta a sua saúde e Aprenda a lidar com ele

stress

Oi meninas!

O tema "stress" me foi sugerido por uma leitora e simplesmente amei poder escrever a respeito porque, digamos, eu sofro desse mal... Então, pra mim, foi super construtivo poder rever alguns conceitos e mudar outros. Como sempre em meus posts, vamos começar do começo e esclarecer algumas dúvidas. Eu acabei me empolgando e o texto ficou um pouco grandinho demais... 

Estresse e ansiedade significam a mesma coisa?

Todo mundo hoje tem essa palavra na ponta da língua. Qualquer coisa que aconteça, por mínima que seja, é só dizer "tô estressada!" que o problema, praticamente, deixa de ser seu. O stress (estresse, em português) pode aparecer em qualquer hora do dia, em determinadas situações ou durante pensamentos que nos deixam tristes, temerosos, nervosos ou ansiosos, mas acaba espontaneamente. Um mínimo de stress é normal, motivador e necessário para que a gente consiga fazer as tarefas diárias, como cuidar dos filhos, trabalhar, resolver problemas, etc, mas é o seu excesso que nos traz consequências.

Quando o stress começa a ficar constante na vida da gente, começamos a ter ansiedade. A ansiedade é um medo irracional associado a aflição, preocupações excessivas, sensação de que algo ruim vai acontecer e perda de controle próprio, incertezas e até dores no peito.

Em nosso cérebro existe uma área, que fica bem na frente da cabeça, e é responsável pelos pensamentos mais elaborados, planejamento do futuro, soluções de problemas.... E adivinha onde o stress  ataca sem dó?

Pois é... lá mesmo!!!

O que uma pessoa estressada sente?

1) Coração acelerado
2) Falta de concentração
3) Aperto no peito
4) Problemas de ordem sexual
5) Dores de cabeça
6) Azia

E se começar a ficar muito frequente e se tornar um transtorno de ansiedade?

* Dificuldade para dormir
* Cansaço além do normal
* Alterações na pele, como espinhas
* Fobias (medo exagerado de alguma coisa, como inseto ou voar de avião)
* Dores musculares
* Pressão alta
* Esquecimentos frequentes.
* Síndrome do colo irritável (alterações no intestino)
* Queda de cabelo e unhas fracas.
* Aumento de peso

Fatores estressantes

Um fator estressante pode ser qualquer coisa, objeto, situação ou pessoa que te leva a perder o controle da situação. Praticamente qualquer coisa pode te causar stress: frustração, barulho, poluição, alimentos, chefe chato, tudo! Só de pensar que vamos ficar estressadas já faz a gente ficar estressada!!! Afff....

Como identificar as fontes que te deixam estressada?

Para começar a lidar com o stress, precisamos primeiramente identificar o que nos causa essas reações e pode parecer fácil, mas não é. Nem sempre os fatores são óbvios, principalmente pra você que está dentro do problema. Talvez sua mãe, seu irmão, seu namorado e todos os seus amigos de trabalhos saibam exatamente o seu problema, mas você não consegue perceber. Ou mesmo que você saiba, talvez seja um pequeno detalhe que não está totalmente claro na sua cabeça.

Você tem que olhar bem de pertinho quais são os seus problemas diários e principalmente, como você reage a eles. Quem é estressado, sempre tem uma desculpa para tirar a culpa dos próprios ombros. Algumas delas eu listei abaixo:

1) Quando alguém te diz pra dar um tempo nos seus afazeres, você responde: "que nada, é só agora. É porque juntou tudo de uma vez", mesmo não se lembrando da última vez que você se deu um tempo livre.

2) Os problemas do dia são parte integrantes da sua personalidade: "meu trabalho é muito puxado" ou "eu sou muito nervosa mesmo".

3) Você culpa o mundo inteiro, as pessoas e o seu trabalho por você ser estressada.

Até que você aceite que você
tem papel fundamental por criar e
manter o seu próprio stress,
ele vai continuar te controlando.

Se você não consegue elaborar bem as idéias na cabeça, é hora de pegar papel e caneta. Fica mais fácil à moda antiga 🙂

Sempre que você se sentir desconfortável com alguma coisa, ou algo lhe causar angústia, escreva num diário ou agenda o que foi que aconteceu e como você reagiu a ele:
- fisicamente - seu coração disparou? Ficou tonta? Deu vontade de correr pro banheiro vomitar ou fazer o número 2?
- emocionalmente - você chorou? Se sentiu humilhada? Quis sumir do mundo?

Depois de anotado, pense como seus sintomas desapareceram, se foi espontaneamente ou depois que você fez alguma coisa específica.

Infelizmente a maioria das pessoas acha que está lidando bem com o stress, mas está fazendo exatamente o contrário para ajudar a diminuí-lo, complicando ainda mais a sua vida.

Leia também:
* Como se manter saudável
* Proteçao solar e Câncer de Pele

Formas erradas de lidar com o stress

O que você acha que alivia seu stress temporariamente, a longo prazo pode estar causando justamente o oposto:

* Fumar
* Parar de comer ou comer mais do que devia
* Querer "ficar na sua" e se afastar da família e dos amigos
* Beber muito álcool (mesmo que seja só no fim de semana)
* Dormir mais que a cama
* Ficar horas no computador ou na frente da televisão enquanto a vida passa
* Explodir de raiva com pessoas que não tem nada a ver com seu problema
* Ficar adiando as coisas que precisa fazer
* Usar drogas (nem preciso me justificar...)

Formas corretas de lidar com o stress

Você pode estar tentando e tentando melhorar seu humor, ser mais paciente, ser mais feliz e não está conseguindo? Talvez seja hora de mudar suas estratégias.... Existem algumas formas de melhorar o stress, mas todas requerem mudanças de sua parte.

É assim que é a vida.
Não é ela que muda, somos nós!

M. Kummer

Talvez a situação que te causa stress não vai mudar nunca, mas você pode mudar a maneira que você reage a ela. Você pode continuar tendo o mesmo emprego, o mesmo chefe arrogante, a mesma quantia de dinheiro no final do mês... e aí? Vai deixar tudo te consumir? De "jeininum"!!! Vamos nos concentrar em 4 estratégias principais:

Claro que cada um tem seu tempo próprio para que as coisas aconteçam e cada um sabe até onde ir. O importante é você se concentrar naquilo que te faz acalmar se controlar.

Estratégia 1: Evitar

Ah se a gente pudesse evitar tudo aquilo que a gente não gosta fazer... mas nós somos adultos e não crianças, certo? Existem situações e tarefas que precisam ser enfrentadas e resolvidas. Se a gente parar pra pensar, dá pra fazer uma lista gigante com possíveis fatores que nos causam stress.

* Aprenda a dizer “NÃO" –  Você precisa conhecer seus limites e saber que você não é a Mulher Maravilha que dá conta de tudo e tudo sai perfeito. Não... Se você está vendo que está sem tempo ou de cabeça cheia, não aceite mais responsabilidades.

* Não conviva com pessoas que te deixam estressada - Se alguém na sua vida, mesmo que você seja muito apegada, te causa stress, diminua o seu tempo com ela. Se não for possível, tente achar alternativas intermediárias.

* Ganhe controle sobre o seu ambiente – Se você odeia ver televisão porque só aparece notícia terrível,  pare de ver TV ou feche o jornal. Se não gosta de trânsito, pegue um ônibus ou procure uma outra rota mais tranquila, mesmo que gaste mais tempo. Não gosta de fazer compras sozinha? Encontre uma companhia. É simples! Sempre que possível procure uma alternativa que esteja sob o seu controle.

* Evite discutir assuntos polêmicos – se você sabe que discutir com alguém sobre política ou religião (ou outro tema) serve como gatilho pro seu nervosismo, pare de discutir! Fuja da discussão, primeiro porque ninguém nunca estará com a razão e segundo porque discutir não muda nada. Elabore uma desculpa bem boa e não entre na discussão.

Estratégia 2: Alterar

Se você não puder evitar uma situação que te cause stress, tente alterá-la. Isso vai pedir um pouco mais de esforço para mudar algumas coisas em sua vida, principalmente como você reage e se comunica com as pessoas.

* Fale, ponha pra fora aquilo que te angustia - Se algo está te incomodando ou te deixando triste (talvez foi algo que alguém te disse ou fez com você, talvez seja uma situação que você não queira pra sim mesmo), fale disso abertamente e com respeito com a pessoa envolvida. Não é preciso gritar para ser ouvido, lembre-se disso. Seja honesto, fale com carinho. Só não pode é deixar essas palavras presas dentro do peito. Quanto mais você guardar esses ressentimentos, mais irá se sentir frustrada e a situação permanecerá a mesma.

* Seja firme em suas decisões - Não fique vendo a vida passar pela janela e tome uma posição. Enfrente as dificuldades de frente, pois os problemas não somem sozinhos. Se tem algo que você precisa fazer, não fique adiando indefinidamente, pois o problema só vai aumentar ou se complicar. Exemplo: se você tem um trabalho a entregar e seu colega de quarto acabou de chegar cheio de novidades pra te contar, diga a ele que você tem 10 minutos pra conversar. Tenho certeza que ele irá entender.

* Organize as tarefas que você precisa fazer – Lá vem a agenda de novo! (A não ser que você se dê bem com a tecnologia e faça tudo pelo celular). Se você se embola toda nas coisas que deveria fazer durante o dia e sempre
deixa de fazer uma coisa importante ou faz tudo "mais ou menos", organize seu dia com antecedência. Veja suas prioridades e defina o que deve ser feito imediatamente e o que pode esperar um pouco mais. Muita gente usa a agenda (ou celular) pra isso. Assim, um dia antes, depois de ter tomado aquele banho relaxante, sente num lugar tranquilo, escreva os tópicos das coisas que tem que fazer no dia seguinte e estipule os horários para realizá-las. Você vai se encontrar no controle de sua própria vida e vai evitar o acúmulo de stress. Isso vai te poupar muita energia negativa 🙂 

Leia também:
* Depressão Pós-Parto

Estratégia 4: Adaptar

Se não der pra você mudar aquilo que te faz estressar, mude a você mesmo, não tem muito pra onde correr. A gente pode se adaptar a tudo, porque não ao stress?

* Encare o problema de outro jeito - Tudo nessa vida tem um lado positivo, mesmo que a gente tenha que se esforçar um pouco para perceber. Se você ficou preso num engarrafamento na volta pra casa, use esse tempo pra você mesmo, coloque aquela música que você não escuta a séculos ou pare para pensar em algo que precise resolver, ou simplesmente feche a janela e curta você mesmo um pouco. O trânsito não vai andar, mesmo as pessoas pensando que buzinar faz o sinal abrir... O chefe tá "naqueles dias"? Dê um "bom dia!" com um sorriso bem sincero no rosto. Talvez ele esteja passando pelo mesmo problema que você.

* Veja o problema com lente de aumento - Identifique o que te faz estressar e pergunte se aquilo é pra sempre ou se é por um curto período. Será que daqui um mês isso vai ser tão importante assim? Um ou dois anos é razoável para você suportar? Vai ter algum bom retorno de volta? Se a sua resposta for NÃO, pare de pensar nesse assunto e se concentre em outra coisa. Não gaste sua energia em algo que não vale a pena.

* Diminua suas expectativas - Ah, como isso é importante! A gente aprende que tal pessoa tem que ser assim e assado pra valer a pena, que o trabalho dos sonhos tem que ser dessa forma, que seu marido tem que ter esses traços para ser amado, e assim vai... Não! Ninguém é perfeito nesse mundo, nem você nem eu, minha querida leitora. Falo isso de coração porque sei (a duras penas) que quanto mais alto a gente coloca os nossos padrões, maior é a queda, pois a realidade realmente dói e você vai continuar se frustrando dia após dia. Mas se você reduzir um pouco os seus padrões e deixar de ser tão perfeccionista, isso será uma fonte inesgotável de FALTA DE STRESS!!! Não precisa descer tanto, só um pouco está de bom tamanho.

Você se prepara para
o fracasso se escolhe
sempre a perfeição.

* Concentre-se nas coisas positivas e construtivas - Quando algo começar a sair fora dos trilhos, pare, respire e lembre-se de todas as qualidades que possui e o quanto já conquistou. Isso pode ser simples e até banal, mas te ajudará a se manter no controle de si mesmo. O stress faz parte da vida e ele virá, mas você é capaz de lidar com ele e transformar o problema em apenas mais um tópico na listinha da agenda a resolver. Não dê ao problema um tamanho maior do que você acha que ele tem.

 Leia também
* Tensão pré-menstrual
Síndrome do Esgotamento

Estratégia 4: Aceitar

Como eu disse no parágrafo acima, o stress virá, não tem como detê-lo. Você não tem poder de impedir que coisas ruins aconteçam, como a morte de um familiar amado, doenças sérias ou a situação da política atual no Brasil! Existem coisas que a gente tem que simplesmente aceitar e parar de brigar consigo mesmo, mesmo não concordando. Aceitar é a fase mais difícil, mas pelo menos, você pode progredir aos poucos, dia após dia, ir aceitando as imperfeições das pessoas, aceitando as suas próprias limitações, tendo humildade no coração para superar as batalhas. Aceitar é melhor do que perder a vida brigando por algo que você não pode mudar.

* Não controle o incontrolável - As pessoas e o comportamento delas estão muito além do nosso controle. Ninguém muda ninguém. Apesar de ser um clichê, é a pura verdade. Pessoas só mudam quando querem realmente mudar! Aqui vem de novo o perfeccionismo. Não espere que as pessoas sejam perfeitas, assim você não se frustra. 

* Siga em frente - É nos desafios que crescemos como seres humanos. Cada passo deve ser comemorado! Se você tentou algo e não deu certo, é hora de olhar com a lupa novamente e refletir porque deu errado e o que você não fará novamente  caso passe pelo mesmo problema de novo. Bola pra frente! Os erros são assim mesmo: você tenta, pisa na bola e dá tudo errado. Peça perdão e faça diferente da próxima vez!

Partilhe os seus sentimentos - Converse sobre o que você tem passado e sentido com alguém próximo a você ou faça uma consulta com um terapeuta. Só de falar, por pra fora o que está preso no peito, dá um alívio pra alma, mesmo que o problema persista.

* Aprenda a perdoar - Assim como você, outras pessoas também cometerão erros e te farão sofrer. Ficar com raiva e o ressentido não resolvem absolutamente nada. Essa energia negativa só irá te deixar se você seguir em frente. Quando a gente vive de ressentimento, não há espaço pra viver as coisas boas que a vida tem a oferecer.

Estratégia 5: Encontre tempo para relaxar e se divertir

Além de se reconstruir e mudar suas ações frente aos fatores que te causam stress, você precisa (na verdade, o seu cérebro é que precisa) encontrar tempo em sua vida para as coisas prazerosas, como viajar, ter um passatempo e namorar, né? A gente precisa reconquistar a energia perdida nos estresses da vida.

Formas saudáveis para se relaxar:

* Escreva o seu dia num diário
* Caminhe, só ou acompanhado, não importa. No mínimo 30 minutos, três vezes por semana.
* Passe tempo perto da natureza. Do que você gosta? Praia, floresta, rio? Tire um tempo e suma pra lá!
* Passe tempo com a família! Não tem dinheiro no mundo que pague 🙂
* Faça algum exercício físico (além da caminhada)
Massagens relaxantes são deliciosas!
* Gosta de fazer artesanato? Ache um tempo!
* Ouça mais músicas (leves, de preferência hehe)
* Vá ao cinema com um amigo.
Ria de si mesmo 🙂 Rir libera hormônios que agem contra o stress.
* Tenha uma dieta saudável! Diminua a cafeína e o açúcar, não fume e não beba em excesso.
Durma bem.
Adote um bichinho de estimação!!!

Leia também
* Como se manter saudável.

Mensagem pessoal

Cada um de nós tem um um limiar para o stress e meios próprios para se adaptar a ele. O stress é algo silencioso que vai fazendo nossa energia vital ir minguando, diminuindo pouco a pouco. A gente começa a esquecer o que é satisfação, emoção, alegria e plenitude de vida. Tente ao máximo, mas aos poucos, ir percebendo os fatores estressantes e se "re-conhecendo", mudando o que precisa ser mudado. O alvo é chegar num nível de controle físico e psicológico frente a algo que te angustie. Isso leva tempo e não acontecerá da noite pro dia. É dia após dia que a gente se muda 🙂

Não espere muito tempo para  procurar ajuda profissional. Se você estiver lutando contra o stress e a ansiedade anos a fio, pare e aceite que você precisa de alguma ajuda externa. Isso não é humilhação pra ninguém! Pelo contrário, é reconfortante saber que você está se esforçando para ser uma pessoa melhor. Não deixe o stress tirar de você a alegria de viver!

Espero muito ter ajudado você! Beijo grande no coração 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: